Gestantes cegas podem ter acesso a reproduções 3D dos exames pré-natais

MARCO ANTONIO CALEJO
DA REDAÇÃO

As gestantes cegas residentes na cidade de São Paulo são o foco do PL (Projeto de Lei) 219/15, da vereadora Patrícia Bezerra (PSDB). O projeto propõe que o atendimento pré-natal inclua a impressão de ultrassom de imagens tridimensionais, com a reprodução em modelos esculpidos em gesso ou polímeros.

O PL pretende tornar obrigatório o acesso de gestantes cegas à assistência laboratorial especial. Desta forma, de acordo com o projeto, a impressão das imagens tridimensionais beneficiará o vínculo entre a mãe e o bebê.

Como forma de prevenção, o PL recomenda acompanhar o período gestacional para garantir a saúde da mãe e do embrião. Além disso, busca proporcionar à gestante a emoção de tatear a imagem do feto. O PL autoriza ainda o Executivo a firmar parcerias que permitam cumprir a legislação proposta.

Aprovado em primeira votação, o PL aguarda entrar na pauta da Sessão Plenária para passar pela segunda e definitiva discussão.

Acompanhe aqui outros Projetos em tramitação da vereadora Patrícia Bezerra (PSDB). No link você também poderá obter os canais de comunicação do parlamentar e participar diretamente do mandato por meio de propostas, sugestões ou recebendo informativos por meio do formulário “Fale com a Vereadora”.

 

Deixe uma resposta:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também